sexta-feira, 1 de dezembro de 2017

Dois meses



Nós sabíamos. 
Desde o inicio sabíamos desse furacão. Sabíamos porque na primeira semana eu te disse “vou fazer a entrevista da minha vida.” e deu certo e você vibrou comigo essa conquista. Sabíamos porque aquela tarde na praça eu te disse “estamos nos vendo todos os dias, vai dar merda.”  Eu sabia e você também, ainda me disse “vou fazer seus ultimos meses no Brasil serem os melhores.”  Estavámos sóbrios quando topamos juntos esse coiso, e nós dois que nunca conseguimos decidir nada (nunca mesmo) sem hesitar decidimos ficar juntos, decidimos ir até onde der e quando não der mais, a gente vai sem dar mesmo. Se as pessoas soubessem metade disso que estamos vivendo nos chamariam de loucos, pensando bem, talvez sejamos loucos mesmo. #que2018nostraga2019 amo você coisa linda.

"Eu estava apaixonada de novo. Estava encrencada." Charles Bukowski 

segunda-feira, 28 de abril de 2014

Remar, Re-amar, Amar.

Mesmo que o barco estiver furado.



É respirando fundo que começo a escrever hoje. Aqui encontro meu refúgio, aqui posso expressar todos meus sentimentos e sensações do momento.

Como dizia Los Hermanos,' eu sei, que na verdade eu não consigo entender o nosso amor'. São sentimentos confusos, que em meio de decepções e mentiras, esfriou como um café. Um sentimento, uma convivência que se tornou um vício como uma xícara de café pela manhã. Um sentimento que ás vezes parece que se tornou amargo igual um café sem açúcar. E por falar em açúcar, acredito que o sentimento não esteja mais tão doce quanto.
Eu queria saber liberar perdão, ter uma amnésia e acordar com uma sensação de "uffa", acordar leve, passar uma semana sem ter o incômodo da mágoa. Poder voltar a confiar, poder amar com segurança, e o maior de todos os desejos: ser feliz igual antes. Mas ser feliz "a dois".

Perdão é uma atitude e não um sentimento, perdão é dizer tchau para a mágoa e infelizmente não adeus. Perdoar é para as pessoas fortes, é uma atitude de Fé. Fé que tudo vai passar, que o tempo vai levar as lembranças, que o tempo vai amenizar a dor.

Estou tentando perdoar, mas confesso que esta sendo difícil. Eu realmente quero remar com você, quero que a "viagem" vale a pena, quero amar sem medo, quero sim. Mas infelizmente não consigo sozinha.
Deve haver a força de vontade de ambos, o sentimento de ambos, a fé de ambos.

"Que por você vale a pena. Que por nós vale a pena."

Caio Fernando Abreu




domingo, 20 de abril de 2014

Carta para Você



 Dear, hello!
Quanto tempo, não? Estou com insônia e com saudades de você, será que tu pensas em mim ainda?
Tenho passado por dias insanos, pensamentos sem destino e coração mal resolvido.
Nesse momento tudo o que eu mais queria era poder quebrar a barreira e lhe falar tudo o que eu sinto, tudo o que esta no meu coração e na minha garganta, mas as circunstâncias me permite que eu me expresse apenas por essa carta.

Recorda de como tudo estava tão triste para nós? Tu lembras que eu te encontrei e você encontrou a mim para darmos as mãos e contudo forças um ao outro? Lembra de como nos tornamos melhores companheiros? E lembra -se de como tudo isso acabou?

Eu me recordo.

Foi tudo tão rápido, tudo tão lindo (para mim), conosco era "oito ou oitenta" não existia meio termo, se estávamos felizes era o ápice da felicidade, da mesma forma com a tristeza, e em ambos sentimos tínhamos um ao outro. Eu sinto tanta falta disso... Vivemos tudo em tão pouco tempo, não é mesmo?

De verdade, eu só queria que soubesse que foi o mais importante pra mim, que eu me lembro todas as noites dos poucos e especiais momentos, que até hoje eu não entendo o porque do fim, mas aceito de certa forma a sua decisão.

Eu guardo um sentimento enorme por você, não sei descreve-lo e não acredito que ainda sinta algo por mim, sei que o sentimento não é recíproco e que de repente existe outra pessoa no seu coração. Espero que um dia possa ler e saber que essa carta é para você.

Queria acordar e poder te ligar, marcar um encontro, e no reencontro poder te abraçar igual nos filmes de Hollywood, te beijar, sentir aquele frio na barriga, sentir tudo o que eu sinto mas sentir ao seu lado... Eu sinto muito, sinto muito sua falta.
2011

" A vida me ensinou a dizer adeus as pessoas que eu amo, sem tirá-las do meu coração."

  Charles Chaplin

domingo, 20 de novembro de 2011

Remando contra a Maré

Por meio desta digo: Sinto sua falta.


Deus tira de nós o que mais amamos. Quando menos esperamos, e sem nenhum aviso. E a culpa? A culpa é da vida, que tem início, meio e fim. 
A minha culpa esta apenas em amar tanto, e sentir tanto a perda de alguém. Mas o tempo é o remédio, e nele conquistamos o consolo, com ele pensamos nos bons momentos.
E no fim apenas a saudade e uma certeza: Não importa aonde esteja, estará sempre comigo.

Dizem por ai, que tudo isso vai passar. Que ainda esta cedo, por isso dói tanto. Mas eu digo que não, não vai passar, a marca da sua ausência, vai permanecer pra sempre. Os lugares que frequentávamos não é mais o mesmo, aliás, nunca será mais o mesmo. Ouvir as novas músicas já não tem mais a mesma graça, quando assisto "two and a half men" já não dou mais aquelas risadas, ouvir "Eminem e Felguk" me fazem demais lembrar você. Não tenho mais aquela vontade de ir pra festas, e raves ! Você me deixou, e contudo, levou parte da minha felicidade. Ir na sua casa só me faz querer mais e mais encontrar você.
Quando o São Paulo perde já não tem mais graça zoar e provocar, pois você não esta aqui pra me xingar e me morder.

O nosso pra sempre, vai eternizar, eu nunca vou esquecer.

Aquelas frases, "quer uma medalha?", "bacana hein", "ei ei ei gracinha" , hoje não ditas por você, já não tem o menor sentido. Esta difícil continuar sem você, sem seu sorriso, sem seu abraço, sem sua mordidas. Hoje beber Absolut já não dá mais a mesma loucura. Hoje sem você, são poucas as coisas que fazem sentido.
Ainda que todos me abracem e digam que estariam aqui pra tudo que eu precisasse, eu ainda vou me sentir sozinha. Pois só o seu abraço me confortaria nesse momento.

Deixo bem claro, que nada disso é um Adeus, e sim um Até logo. Guarde um lugar pra mim, ao seu lado e ao lado do nosso Deus.
É uma nostalgia, um acumulo de lembranças, uma louca vontade de reviver tudo, peço pra Deus todas as noites nem que seja por 5 minutos, que eu possa te ver novamente, e ganhar um abraço, aquele abraço magrelo!
Tem sido tudo tão quieto desde que você se foi.

Termino esse post, agradecendo por tudo que passamos, por todos os sorrisos que você me proporcionou. Por todos os abraços, por ter me ajudado quando eu precisei, por ter sido um companheiro, um amigo, um parceiro. Tenho orgulho em dizer que fiz parte da sua vida, em dizer que me apaixonei por você, em dizer que eu te amo muito!
Há quem diga que Deus só quer ao lado dele os melhores! Só pessoas boas, por isso ele te quis assim tão cedo. Não deixe de me guiar nem por um segundo, não saia do meu lado, tá? Pois você nunca sairá do meu pensamento, e do meu coração.
Nos vemos em breve meu chatice, Até logo!
08/12/1990 - 27/08/2011
Bruno Henrique Lima da Costa, Bruno Parks!
Disse Deus: Eu sou a ressurreição e a vida; quem crê em mim, ainda que esteja morto, viverá.

  

Cinco Minutos


Venho hoje através deste blog dizer tudo o que senti ao te reencontrar. Sabe quando cinco minutos tornam o seu dia mais especial possível? Quando cinco minutos faz você chorar sorrindo? Quando cinco minutos faz voltar ao tempo, e mais que isso, faz saudade, faz lembrar de tudo!

Foi tudo tão de repente, ver você entrando por aquele portão, todo sorridente, por um minuto pensei que você não iria me ver, então meus olhos enxeram de lágrimas, abaixei a cabeça e assim que levantei vi você vindo em minha direção, com aquele sorrisão lindo que só você tem! Meu coração acho que nunca ficou tão disparado ao te ver, ouvir você dizendo ao me abraçar "tudo bom mor?"
Isso fez mais uma vez meus olhos enxerem de lágrimas, mas dessa vez, era de felicidade.

Você não imagina o quanto eu precisava daquele abraço, você não imagina quanto eu precisava sentir o seu calor, o seu cheiro. Aqueles nove meses longe de você estava me sufocando. Foi um alívio te ver. Conversar nem que seja por pouco tempo. Nesses cinco minutos fez eu entender que é você, de que apesar dos pesares, você é especial. Único!

Lembra quando eu te disse "tudo que é bom dura pouco"? Pois então, foi bem isso que aconteceu, foi bom mas durou pouco. Mas esse pouco foi o bastante pra perceber que todas nossas promessas, sonhos e desejos ainda estão de pé. Foi o bastante pra concretizar a sua frase " O que é nosso tá guardado, e vai será eterno minha parceira, meu mor"
Amizade colorida igual a sua eu tenho certeza que nunca mais terei. Confesso que nesses 9 meses tentei encontrar você em um outro alguém. Mas foi banal.
Percebi que tudo que passamos juntos, será apenas com você e mais ninguém. As conversas, os abraços, os beijos, os carinhos, os sermões, as broncas, os choros, os cafunés, é tudo incomparável.

Quero te dizer, que estou muito feliz por você, e muito orgulhosa. Você se tornou aquela pessoa na qual eu sempre pedi pra você. Finalizou etapas na sua vida na qual você dizia "Vou fazer isso só por você, ou melhor, por nós dois!"
Não sei qual será o próximo encontro, mas desejo que não demore.

Não se esqueça, esta chegando o final do ano, e não deixe de fazer aquele pedido á 00:00 do dia primeiro de Janeiro, combinado? Será sempre você e mais ninguém pode ter certeza. Paixões pode vir, mas você é o único que permanecera pra sempre comigo.
E pra não perder o costume, "Pra sempre nós dois mor, meu amigo colorido"

"Histórias felizes, são histórias que ainda não terminaram."
Ana Claudia Calomeni

Pessoal...



Foram tantos acontecimentos, tantos choros, tantas risadas, esse dois mil e onze esta passando tão rápido, e veja aonde já estamos, novembro!

Esse ano posso dizer que foi muito diferente do anterior, foi mais tranquilo em algumas partes, e esta sendo muito triste em outra parte.
Perdi um amigo, um companheiro, um parceiro, um amor... Deus tirou de mim uma das pessoas mais importantes da minha vida, ainda estou tentando superar a dor da perda, talvez superar eu nunca supere, mas sei que Deus vai amenizar toda essa dor que estou sentindo, e esta preparando um ano melhor pra mim!

Me apaixonei novamente, vivi intensamente essa nova paixão, até o ultimo dia, e mais uma vez, terminou por causa do meu orgulho. Mas não me arrependo, pois sei que essa paixão não iria muito longe, sinto falta, confesso, mas nada que um reencontro não possa matar essa saudadezinha.

Um novo começo na minha vida, um novo começo no meu blog, um post mega pessoal. Precisava colocar meus dedos em ação pra desabafar um pouco!

(...) na vida, as coisas mais doces custam muito para amadurecer. Mas isso é pensamento de gente grande, deixa pra lá."
Caio Fernando Abreu.

domingo, 14 de agosto de 2011

Anônimo

Aqui estou novamente escrevendo uma carta. Uma carta na qual eu estou feliz. Feliz por saber que você esta feliz. Isso é o que basta para eu me confortar da sua perda.


Ha quem diga que quando se perde alguém o que resta é chorar. Eu pensava assim também, quando vi a sua foto ao lado dela. Quando vi seus olhos olhando fixos aos dela. Quando vi seu sorriso sendo guiado pelo dela, foi um choque. Confesso. Doeu, e apenas uma lágrima rolou.
Não sei dizer explicar quais foram os sentimentos. Talvez um dia eu saiba dizer tudo o que eu senti nesse momento.
Sei que, tudo o que passamos juntos virou uma bola de neve na minha cabeça, todos os momentos foram lembrados durante alguns minutos. Foi dali então que lembrei daquela frase que você me disse "Vai ser eterno e você sabe disso."
De repente desacreditei de tudo que passamos juntos, de todos os risos, todos os choros, todas emoções, aprendizados, todas noites, todos abraços, todas as palavras. Por um minuto, te odiei.

Mas como você mesmo disse "A vida vai nos mostrar que o nosso destino é assim: eu&você." Lembra? Pois então, no mesmo dia meu celular tocou e meu coração disparou, você. A unica pessoa que eu precisava conversar naquele momento. A minha saudade foi quebrada com um simples "Mor? Tudo bem?!" Fiquei muda. Sem reação alguma e então respondi "Uhum."
Foram tantas risadas, tantos segredos, tantos desejos, tudo aquilo era o que eu precisava ouvir de você para acreditar no para todo nosso sempre, "seremos para sempre amigos, amantes, apaixonados." Por um minuto, te amei.

Você me completa, você me faz rir, me faz feliz. Mesmo longe sei que pensa em mim todas as noites olha para as estrelas como o prometido.
O que é nosso por destino, está guardado.
Nada melhor do que ouvir de você "Seja feliz mor, nos vemos em breve, não se esqueça de mim porque lembro de você todos os dias, se cuida, pra sempre nós dois, te amo."
Faço das suas, as minhas palavras também, seja feliz.

Para você mor, meu eterno amigo colorido.
28-07-10
Anonimo.

"Se você viver até os 100 anos, espero viver até ter 100 menos um dia, para que eu nunca precise viver sem você."
Emily  Brontë em: O morro dos Ventos  Uivantes.


terça-feira, 28 de junho de 2011


"Daqui 50 anos eu ainda vou saber seu nome e vou lembrar de todas as vezes que você me fez sorrir.
Na minha memória tão congestionada -e no meu coração- tão cheia de marcas de poços - você ocupa um dos lugares mais bonitos."

Caio Fernando Abreu

Metas, Sonhos, Vitórias.

São tantas as coisas que aconteceram nesse meio de dois mil e onze. Foram tantos choros, mas melhor que isso, muitos sorrisos. Uma felicidade que se melhorar estraga (exagerei), estou tão feliz com tudo que esta acontecendo.
Sabe aquela frase do Caio F. Abreu "Dá licença, medo? Minha felicidade quer passar." Pois então é com ela que estou conseguindo ser feliz. Medo pra que? Temos que enfrentar todos estes. E não nos arrepender do que fizemos. Temos que viver antes que a cortina feche sem aplausos.
Sorria, Chore, Grite, Curta, Sofra, Cante, Abrace, Beije, Estude, Leia, faça tudo que tem vontade! E não vale se arrepender depois.

Eu com tudo que "aprontei" no ano anterior, aquele ano "filho da puta", não me arrependo de nada que fiz. Não faria de novo. Mas de certo modo serve de aprendizagem. Tenho orgulho de mim. E quem não deve ter orgulho de si mesmo? Todos devem.

Esse ano, mais do que nunca é um ano de conquistas e vitórias para mim, o ano em que enfim termino o ano escolar para me preparar para o estudo superior. É o ano em que devo pensar muito sobre meu futuro sem deixar de viver o presente. Esse é O ANO, o ano que será inesquecível para mim. Tenho muitos sonhos a realizar, muitos deles não pode passar em branco, e sim, estou pronta para realizá-los todos!

"A felicidade sempre iria ser clandestina para mim. Parece que eu já pressentia."

Clarice Lispector.

Tecnologia do Blogger.

Template by:
Free Blog Templates